quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Voto Impresso, uma Inovação e um Entrave

A proposta do voto impresso que já foi deferida pela Lei nº 13165/2015, se trata de uma Inovação Positiva que alterou a legislação eleitoral brasileira ora  sancionada na Lei nº 9504/1997. A Inovação é positiva, e já está em vigor para as próximas eleições gerais de 2018, entretanto ela vem acompanhada de um entrave que denuncia certa imperfeição no novo processo eleitoral, dificultando alcançar 100% de transparência, e , até mesmo uma aceitação popular legal; pois o eleitor votará normalmente, seu voto será impresso, e simultaneamente depositado em uma Urna paralela à Urna eletrônica, isto sem qualquer contato físico.

Observa-se nesta nova sistemática, que há uma brecha favorável ás chances de ocorrer fraudes, o TSE preza pela transparência do sistema, porém que garantia o eleitor terá que seu voto foi realmente computado a favor do seu Candidato escolhido, uma vez que, o eleitor não poderá trazer consigo uma cópia do seu voto impresso?

Este entrave que determina o impedimento do eleitor em  trazer consigo uma cópia do seu voto impresso, produz sim, uma situação favorável às possibilidades de ocorrência de fraudes nas eleições, ou seja, ficam  no ar , ideias  duvidosas no sentido de que “Nada Mudou”.

Existem algumas linhas de pensamentos contrários a este novo projeto do processo eleitoral, há contestações levantadas sobre o risco do país  arcar com um prejuízo junto aos cofres públicos, que segundo alguns ministros do TSE, este projeto de criação de URNAS que atenderão à nova legislação eleitoral com o voto Impresso, terá um custo de implementação mensurável em torno de R$ 2,5 bilhões e meio.

Se o projeto não obter os resultados esperados pelo TSE, o prejuízo será Iminente. O TSE almeja uma transparência total no processo eleitoral, e de fato, estão trabalhando para isso ocorrer. Porém, há muitas críticas sobre as possíveis falhas que podem surgir  no processo eleitoral; há diversas discussões e propostas, vindas de partidos políticos, de entidades civis, etc , que visam  garantir o máximo de transparência no processo eleitoral.

Uma proposta relevante quem vem sido discutida, seria a implantação de um sistema com Urnas Aditáveis, que possibilitam diante de uma eventual suspeita de fraude eleitoral, se realizar uma auditoria nas Urnas; Pois o único material que o sistema que está em desenvolvimento fornece, são relatórios  ou boletins informativos referente a apuração dos votos. Este material é útil, porém, não suficiente numa busca de autenticidade 100% das informações.

Caso não seja revisto pelo TSE os procedimentos  do novo processo eleitoral aprovado em 2015, considerando as propostas de se criar um sistema que garanta total transparência na apuração dos votos, o Brasil pode ficar vulnerável aos riscos de não se obter o sucesso no mais esperado evento democrático do País.



Por : Rogério Marcelino

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

A Política é um Bem Social

No Brasil a ideia que se tem sobre política é completamente destrutiva. Ultimamente a política é tratada como sinônimo de mau caráter do tipo mau político e enfim comparada ao homem político ineficaz e corrupto.

Este fato negativo em relação a política , não é bom, pois já está se disseminando em toda a sociedade, e o pior de tudo isso é que as novas gerações já aplicam este conceito destrutivo à política. A juventude em geral não olha com bons olhos a política, por mais que os partidos políticos criam entidades partidárias destinadas aos jovens, implantando conhecimentos políticos para a  juventude em suas linhas ideológicas seguidas, ainda assim o índice de pessoas jovens que odeiam e não suportam nem sequer comentar sobre política no Brasil, é alto. Isso é grave para o futuro do país que está nas mãos da juventude, algo tem que ser feito para mudar este entendimento voltado para o Juízo de Valor infiltrado na mente dos jovens em relação a política. Sabemos com clareza o que de fato causou esta insatisfação do povo brasileiro em relação a política, sabemos muito que os maus hábitos de corrupção praticados ao longo da nossa história por parte de políticos desonestos no regime democrático , é o principal motivo dessa insatisfação generalizada.

A democracia também é um Bem Social que conquistamos, é a liberdade do pensamento que ficou enjaulada por muitos anos em nossa mente, mas enfim a conquistamos com muita luta e determinação pelas ruas do Brasil, porém os maus políticos a deturparam, e com suas práticas nocivas contra o bem social, corromperam , destruíram princípios, destruíram a economia do País. Agora não adianta mais chorarmos o leite derramado, temos que partir pra luta novamente em busca da recomposição da ordem e do progresso, e, trazendo o povo junto, com uma mente  conscientizada politicamente.

Um trabalho de conscientização poderia ser desenvolvido no Brasil com intuito de fazer todo o povo em geral entender e aceitar que a Política é um BEM SOCIAL, e o que precisamos é de pessoas comuns, interessadas em fazer política com sabedoria e honestidade, para que com os bons feitos, surjam os benefícios coletivos ou individuais para toda a sociedade. A política é  o sentido da Ciência social. Não deixa de ser propriamente a ciência, uma arte que contagia, podendo até converter e convencer as opiniões  envolvidas, quer sejam interessadas ou não.

A boa política tem que andar junto com a Honestidade, para que os resultados sejam satisfatórios. A honestidade é um termo que retrata a qualidade do que é honesto. A honestidade constitui a construção do caráter humano que certamente produz o bom comportamento sincero e coerente, gerando valores , justiça e verdade para oferecer a toda sociedade. É disto que a política trata, é isso que a política significa, e tudo isso que a política significa de fato, é o Bem Social referido no parágrafo anterior.

Segundo o filósofo grego Aristóteles, a política é a ciência que tem por objetivo a felicidade humana e divide-se em ética (que se preocupa com a felicidade individual do homem na Cidade-Estado, ou pólis), e na política propriamente dita (que se preocupa com a felicidade coletiva). A política situa-se no âmbito das ciências práticas, ou seja, as ciências que buscam conhecimento como meio para a ação.
Dizia Aristóteles:
"Vemos que toda cidade é uma espécie de comunidade, e toda comunidade se forma com vistas a algum bem, pois todas as ações de todos os homens são praticadas com vistas ao que lhes parece um bem; se todas as comunidades visam algum bem, é evidente que a mais importante de todas elas e que inclui todas as outras, tem mais que todas, este objetivo e visa ao mais importante de todos os bens; ela se chama cidade e é a comunidade política" (Pol., 1252a).

Enfim a Política é tudo o que se relaciona à busca de ações para o bem estar tanto individual como coletivo.

O grande filósofo Aristóteles poetizou de forma profunda na citação acima, ao associar os bons feitos de uma boa política à Felicidade de todo um povo.

O pensamento de Aristóteles reflete  com exatidão o que nós brasileiros pensamos e almejamos para a política brasileira. Esta é a nossa esperança, de viver num País onde a Felicidade será um Fato coletivo de direito para toda a sociedade, não importando ser Rico ou Pobre. A verdade real é que Não queremos mais que as riquezas produzidas no País, gerem os autênticos benefícios  de forma  isolada atendendo somente as necessidades de uma minoria inserida no controle do sistema.



Por : Rogério Marcelino.

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Se um Estadista Assumir, a Ordem Voltará

Estadista ou homem de Estado, na definição do dicionário  Houaiss, é pessoa versada nos princípios ou na arte de governar, ativamente envolvida em conduzir os negócios de um governo e em moldar a sua política; ou ainda pessoa que exerce liderança política com sabedoria e sem limitações partidárias.  

Para Aristóteles, o que o estadista mais quer produzir é um certo caráter moral nos seus concidadãos, particularmente uma disposição para a virtude e a prática de ações virtuosas.

Normalmente ocorre de o estadista ser incompreendido pois preocupa-se com o longo prazo e toma decisões impopulares a curto prazo, enquanto a maioria dos políticos preocupa-se com resultados imediatos de suas ações. Assim se diz que:- O estadista se preocupa com a próxima geração e o político com a próxima eleição.

Uma das Virtudes que observo em  um Estadista, é a referência de um Político de perfil Voltado para a Sustentabilidade. Isso é um grande valor agregado a este perfil de político, que toda Nação do Planeta precisaria para comandar sua sociedade. Como diz na última linha da citação acima, que um Estadista se preocupa com a próxima Geração de seu País (Um Pensamento assim, é Exemplo de Atitude Sustentável), enquanto o Político comum se preocupa com a próxima Eleição. (Um Exemplo de Atitude voltada para seus interesses Próprios e de seus aliados, mas não do País e da sociedade geral).

Neste artigo será discorrido sobre alguns  perfis de Políticos que o Brasil dispõem atualmente, e que serão possivelmente candidatos a Presidência da República nas próximas eleições de 2018. Será destacado dados recentes da vida pública desses possíveis candidatos e também alguns Questionamentos :  Quem será o melhor para comandar o Brasil ?  É possível confiar de fato, nos nomes apresentados? Existe algum nome com um perfil de político Estadista ?  Espero que o texto seja do agrado de todos que se dispor à leitura; fico na expectativa de obter comentários participativos sobre o assunto abordado no artigo.

Para quem possui uma visão politizada, vem comigo neste debate; Atualmente temos diversos nomes sendo noticiados como possíveis candidatos a presidente da república. Estes nomes seriam mesmo o melhor que o Brasil tem para ocupar este Responsável Cargo de poder máximo , ou se trata apenas da magia da política, que com poder manipulador natural, conquista e as vezes convence o eleitor ?

O poder manipulador da política, é realmente uma arte natural de quem possui; alguns desenvolvem esta Arte estudando as ciências políticas, mas outros já nascem com esta arte, e se destacam no meio em que estão inseridos.

Infelizmente os fatos comprovados de corrupção nos últimos 30 anos no Brasil, Descredibilizaram a classe política brasileira de forma generalizada diante de todo Eleitorado. Entretanto, encontramos nos dias atuais, eleitores que Relevam seus sentimentos democráticos e demonstram alguma afinidade e confiança em algum nome ou outro envolvido na política. Porém, ficam Espairando no ar aquelas Indagações : Será que vale a pena confiar ?  Este nome de fato, é o melhor para o Brasil ?

Atualmente, há muitos nomes dispostos a ocupar o cargo de autoridade máxima do Brasil em 2018. Alguns até mesmo se destacam em meio a uma polêmica e outra, como o caso do Polêmico e Condenado na Primeira Instância pelo Juiz Sergio Moro , o Senhor Luís Inácio Lula da Silva , que surpreendentemente, tem alcançado um alto índice nas pesquisas de intenções de voto para presidente; é um resultado provisório, porém com aspecto cômico, pois os resultados nas pesquisas a favor de Lula, São Índices do tipo proporcionais a um candidato com perfil 100% ELEGÍVEL, e com boa conduta política na história; e o que sabemos do senhor LULA, é o contrário, ou seja, Lula não possui um Status de político Estadista;

Outro nome que vem se destacando e politicamente falando, tem grandes chances de convencer o eleitor, ´se trata do deputado Jair Bolsonaro, um forte opositor do governo Temer; É um perfil Ficha-Limpa, conservador, e com grandes possibilidades de disputar um segundo turno com algum outro candidato;

Outro nome que foi noticiado como possível candidado a Presidente da república, foi o do atual prefeito da cidade de são Paulo, João Dória. Dória tem demonstrado que sabe trabalhar, sabe fazer política, é um excelente Gestor Público, entretanto, particularmente, não indicaria dória a largar a prefeitura de são Paulo para se candidatar a Presidente. Entendo esta proposta como um ato de precipitação e que pode prejudicar sua vida pública. Melhor para Dória, seria concluir o seu excelente mandato como prefeito, e futuramente planejar sua candidatura a presidente, mas não para 2018;

Estes 3 nomes destacados acima, são apenas os que até o momento circularam na mídia com certo destaque, e como fortes Candidatos, mas não para por aí nestes 3, mesmo com o descredito popular para a classe política brasileira, existem diversos nomes anunciados como possíveis candidatos a presidente do Brasil, como o do Senador Ronaldo Caiado (DEM) , o Senador Aécio Neves (PSDB) que mesmo cheio de inquéritos em sua vida pública, seria um possível candidato;  O Senador Álvaro Dias também é uma proposta , Levy Fidelix (PRTB); Luciana Genro (PSOL); José Maria Eymael (PSDC) ; O ex Ministro Ciro Gomes é outra proposta; Marina Silva da Rede Sustentabilidade também é uma proposta de governo para o Brasil.

Enfim, são vários Pré Candidatos, envolto às Indagações : quem está mais preparado para assumir ? Quem é de fato o melhor para o Brasil ?
Todas estas indagações serão esclarecidas nas Urnas das Eleições de 2018; é uma tremenda responsabilidade que a Legislação eleitoral colocou nas mãos de cada brasileiro. 

Há muitos anos , nós pedimos Democracia, e chegou um momento que a Democracia veio ao nosso encontro, e ficou. Então não podemos de forma alguma fugir desta responsabilidade que é a de cooperar com o futuro do Brasil para os próximos 4 anos após 2018.

O Brasil tem Jeito; e este jeito está na consciência de cada eleitor, e principalmente na consciência de cada Candidato disposto a assumir o comando do Brasil.


Por :  Rogério Marcelino

terça-feira, 25 de julho de 2017

O Problema do Brasil não é o Presidencialismo

Os inúmeros problemas do Brasil, principalmente os de cunho social, não estão relacionados ao sistema de governo implantado no país desde a proclamação da República Federativa, pelo Marechal Deodoro da Fonseca em 1889.

Os inúmeros problemas do Brasil , existem por causa da falta de personalidades políticas envolvidas por um sentimento Estadista na condução da máquina pública. Observemos os últimos 15 anos de gestão pública no país, e até o momento da atual conjuntura; Como o Brasil tem sido carente de IDONEIDADE na maioria das Ações praticadas na Política.

Neste artigo será discorrido de forma superficial, um breve conceito sobre os 3 principais sistemas de governo inseridos no Brasil ao longo de sua história. Será abordado sobre a Monarquia, o Parlamentarismo e o Presidencialismo, este último, com destaque na história do Brasil desde o início da república. Espero que o texto seja agradável para quem se dispor à leitura; e que alcance bons comentários participativos.

Há 23 anos, a parte ativa inserida no eleitorado brasileiro, viveu a experiência nas urnas, atendendo a um plebiscito realizado pelas ordens nacionais, com intuito de escolher democraticamente, um novo sistema de governo, que seria A Monarquia, O Parlamentarismo ou O Presidencialismo; Naquela ocasião, o sistema que vigorava era o presidencialismo. Um sistema de governo enraizado na República Federativa do Brasil, desde o início da constituição de 1891. O Presidencialismo no Brasil teve início de fato em 1889, na proclamação da República, Pelo Mal Deodoro da Fonseca, e oficialmente mantido na constituição de 1988.

Como todos sabem, o sistema de governo presidencialista, é aquele onde o chefe de estado, na qualidade de chefe máximo, é o Presidente  da República, conferindo totais poderes do executivo. Este, no sistema presidencialista, é a autoridade máxima de uma nação, e de acordo com legislação eleitoral em vigor, é eleito  democraticamente pelo povo por eleições diretas de 4 em 4 anos.

Pra falar do sistema de governo Parlamentarista, será preciso voltar há uns  séculos da história  e descobrir que o parlamentarismo teve seu início no mundo, na Inglaterra, por volta do ano 1265, onde é considerado o berço do Parlamentarismo. Lá surgiu as primeiras experiências de governo representativo, que é a definição do sistema parlamentarista; onde a pessoa do 1º Ministro é de fundamental importância para as tomadas de decisões do executivo no país.

Se viajarmos mais um pouco na história, vamos nos deparar com a Teoria de Mário Lúcio Quintão soares, que compreende o sistema parlamentarista da seguinte maneira : “É uma forma de regime representativo dentro do qual a direção dos negócios públicos pertence ao parlamento e ao chefe do estado, por intermédio de um gabinete responsável perante a representação nacional” (Soares,2001 p.510)

No Brasil o parlamentarismo existiu na íntegra, no período da Monarquia , ou seja, no período Imperialista. Depois da monarquia, tivemos outro breve momento de inserção do sistema parlamentarista por um período de 2 anos, entre 1961 a 1963, quando o então presidente Jânio Quadros renunciou ao cargo de presidente da república, porém, com sucesso , logo, logo o presidencialismo voltou a ser o sistema de governo oficial no Brasil. Tivemos também outro breve momento de inserção do parlamentarismo no Brasil, mas com Insucesso, no período de 1986 a 1988, com as prévias da Constituição Federal aprovada em 1988.

Quanto ao regime Monárquico que teve vigência no Brasil entre 1822 a 1889, pelos comandantes Dom Pedro I que Reinou no período de 1822 a 1831  e Dom Pedro II que reinou no período de 1840 a 1889. Não podemos negar que o Brasil, teve seus avanços na história, por meio desse regime, entretanto , compreendo esta evolução em caráter Preliminar para a implantação da República em 1889, que foi bem vinda e conduzida pelo sistema presidencialista.

De acordo com a dinâmica dos sistemas de governo mencionados aqui neste artigo, observa-se o sistema Presidencialista com uma melhor desenvoltura em relação as realizações de atos públicos governamentais concretizados.
Um fator que pende a favor do sistema de governo Presidencialista , foram os destaques no que se refere as transformações sociais que cooperaram com a evolução do Brasil ; considerando as Boas políticas que marcaram esta transformação social por meio da criação de diversas leis e decretos para ordenar e beneficiar a sociedade.

É de conhecimento de todos que em tudo na vida, não há 100% de perfeição, mas existem diferenciais, que indicam qual caminho produzirá o melhor resultado; e , diante de um ponto de vista particular, entendo o sistema de governo presidencialista como o melhor.

Atualmente ouve-se rumores vindos de Brasília, que alguns políticos, estão idealizando propostas para se alterar o atual sistema de governo. Noticiaram que há possibilidades de se realizar um plebiscito já em 2018. Se realmente realizarem, certamente que o resultado não será diferente de 1993, quando foi mantido por meio da escolha da sociedade, o Sistema Presidencialista, ressaltando que os problemas que  o Brasil tem enfrentado não é por motivo do atual sistema de governo em vigor, e sim por causa da forte onda de corrupção que tem naufragado a economia do País. A mudança que Precisamos de fato  e em caráter de Urgência, é ERRADICAR a corrupção, e não mudar sistema de governo.



Por: Rogério Marcelino

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Principais Fontes de Arrecadação do Governo Federal

Segundo a OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), o Brasil é um País que possui uma das maiores cargas tributárias do mundo, ficando em 7º lugar no Ranking dos maiores pagadores de Impostos do mundo, com um percentual de 34,4%.

Um País que segundo as últimas informações publicadas em diversos veículos da comunicação, arrecadou somente no mês de Junho/2017, o volume de R$ 104 Bilhões de reais de Impostos, o que significa uma alta de 3% comparando ao mesmo período do ano de 2016.  Mesmo com este cenário positivo nas arrecadações tributárias, o atual Ministro da Fazenda, anunciou  um aumento referente aos tributos PIS e COFINS sobre os Combustíveis, e esta medida, é para início imediato. O inconveniente de tudo isso, é estrategicamente repassar para o consumidor final (O Povo), uma responsabilidade de assumir uma conta gerada por crise fiscal interna, certamente motivada por uma Má Administração Pública.

O reflexo desagradável que esta medida irá proporcionar para o povo, será mais  um eventual aumento das tarifas dos transportes públicos rodoviários, e outros meios alternativos de transportes que utilizam os combustíveis inseridos no aumento dos referidos tributos incidentes.

Um bom esclarecimento sobre a divida Pública à sociedade por parte do governo , seria uma contra partida baseada num conjunto de várias Reformas ESSÊNCIAIS como a Fiscal, Tributária, Política e Monetária; pois os efeitos da medida em referência, se converterá em mais uma insatisfação para o povo, o fato de ter que  assumir na qualidade de consumidor final, uma conta gerada por Rombos Econômicos de um governo que demonstra quem sabe um comportamento descomprometido com a sociedade. Se matematicamente fizermos uma análise profunda envolvendo   irrelevantes aumentos do tipo de 0,10 centavos ou 0,20 centavos sobre as tarifas de transportes públicos, teremos simplesmente como resultado final da brincadeira, Irrelevantes R$ BILHÕES de REAIS a disposição do governo para continuar a FARRA. Assim fica difícil de Tolerar senhor Ministro e senhor Presidente.

Partindo para uma análise sobre as diversas empresas brasileiras e multinacionais em atividades aqui no Brasil, se encontrará diversos tipos de natureza jurídicas, como : 

MEI (Micro Empreendedor Individual) um tipo de empresa que só possui um funcionário, e seu Faturamento só pode chegar até R$ 60.000,00; 

LTDA (Sociedade por cotas Limitadas) que são a maioria das empresas ativas no Brasil, onde não há limites de Faturamento para as sociedades limitadas;  

SA (As Sociedades Anônimas), onde seu capital é distribuído por ações no mercado financeiro (As  SA  de capital aberto) pois temos as SA de capital fechado (que não negocia seus papeis em Bolsas de Valores). Concluindo o comentário sobre as SA , quer sejam de capital aberto ou fechado, elas não tem limites de Faturamento; 

MICROEMPRESAS (São empresas que possuem Faturamento bruto anual, menor ou igual a R$ 360.000,00; 

EMPRESAS DE PEQUENO PORTE ( São as EPPs ,que são empresas que possuem Faturamento bruto anual superior a R$ 360.000,00 e, pode ser igual ou inferior a R$ 3.600,000,00 .

Foi mencionado no parágrafo anterior, os tipos de empresas e suas naturezas jurídicas, agora será mencionado as formas de tributação em que as empresas podem ser enquadradas. Existem 4 tipos de Tributação bem conhecido no brasil que são: O Lucro Real – O Lucro Presumido – O Lucro Arbitrado e o Simples Nacional; sendo que os mais utilizados no Brasil são : O Lucro Real, O Lucro Presumido e O Simples Nacional.

No Lucro Real as empresas inseridas nesta forma de tributação, pagam o IRPJ e a CSLL, sobre o Lucro Líquido apurado a cada Trimestre do ano. Para o IRPJ à alíquota de 15%  e para a CSLL à alíquota de 9% .

No Lucro Presumido, o IRPJ e a CSLL são calculados sobre a Receita Bruta , onde existem várias bases de cálculos para se chegar às alíquotas  finais dos cálculos correspondentes, que podem  variar entre 8% a 16% (Este assunto das bases de cálculos para se chegar a alíquota final do imposto, é muito profundo , porém, não vou aborda-lo para não sair do FOCO do Artigo).

Enfim temos o Simples Nacional, uma espécie de imposto único, que as empresas inseridas pagam sobre a Receita Bruta, porém , existem várias tabelas de enquadramento, para encontrar a alíquota do simples, que varia entre 4% a 11,61 %, onde para identificar a alíquota, dependerá dos valores da receita bruta que a empresa apurou nos períodos correspondentes; para o simples nacional , o ramo de atividade da empresa também influencia na alíquota final do simples.

A Principal Fonte de Arrecadação do Governo Federal parte do princípio do Recolhimento dos Principais Tributos Federais por parte das Milhares de Empresas ativas no País. Estes são os Tributos que garantem a relevante arrecadação do Governo Federal :

- O IRPJ (Imposto de Renda sobre os Rendimentos da Pessoa Jurídica) cuja as alíquotas (%) informei no parágrafo anterior;

- A CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) cuja as alíquotas (%) informei no parágrafo anterior;

- A COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) sabe o que significa financiar a Seguridade Social ?  Significa Amparar financeiramente a Previdência Social, O INSS, ainda há Políticos que persistem em afirmar por muitos anos que a PREVIDÊNCIA SOCIAL está quebrada e que a Culpa é do Alto Índice de Aposentados no País.

A COFINS possui duas Alíquotas, de 7,6% e 3% . Para as empresas Tributadas pelo Lucro Real, aplica-se a alíquota de 7,6% sobre o Faturamento Bruto para apurar a COFINS e Recolher aos COFRES PÚBLICOS. Para as empresas Tributadas pelo Lucro Presumido, aplica-se a alíquota de 3% sobre o Faturamento bruto. Entendeu o PODER MONETÁRIO que o Tributo COFINS pode proporcionar para o Governo Federal, imagina se for observado apenas o volume arrecadado pelo governo através das milhares de empresas brasileiras ou multinacionais Tributadas pelo Lucro Real à alíquota de 7,6% ?  É muito dinheiro $$$$ pessoal. Não dá pra engolir uma Crise Fiscal ou um Rombo de R$10 Bilhões nas Contas públicas anunciado pelo governo. O que Fazem com tanto DINHEIRO $$$ arrecadado por meio de tantos Impostos ?

- O PIS ( Programa de Integração Social )  O PIS calculado para as empresas tributadas pelo Lucro Real, aplica-se uma alíquota de 3,65% sobre o Faturamento Bruto; E para as empresas Tributadas pelo Lucro Presumido, aplica-se uma alíquota de 0,65% sobre o Faturamento Bruto.

Com base nos fundamentos descritos neste artigo sobre a Carga Tributária vigente no Brasil, pode-se concluir que o Brasil precisa URGENTEMENTE DE UMA REFORMA TRIBUTÁRIA E FISCAL ; pois não é admissível um País que possuí um volume tão alto de arrecadação de Impostos gerais, que segundo dados autênticos oriundos dos IMPOSTÔMETROS , O Brasil arrecadou só no primeiro semestre do Exercício de 2017, um Mega Volume de R$ 1.TRILHÃO de reais e ao mesmo tempo, ser vítima de uma crise fiscal, de uma crise econômica, Crise Monetária, enfim, Crise de TUDO.  Crises que infelizmente foram geradas gradativamente ao longo dos anos da Corrupção que arruinou o País.

Fica a esperança no coração e na mente de todo brasileiro e brasileira com sentimento patriota, de ver esse triste e revoltante Cenário político em que se encontra o Brasil, ser mudado e consequentemente salvar a economia brasileira.



Por : Rogério Marcelino

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Praticando a Lei, a Ordem Prevalece

Ao observar o significado de algumas palavras da nossa língua como : Fé; Respeito; Virtude; Justiça; Idoneidade; Caráter; Coragem; Força; Calma; Capacidade; Educação,  e o que elas representam para nós, em termos de Valores essenciais para uma boa convivência e condução da vida entre os melhores padrões éticos, Prosseguir  minha observação de forma diferenciada para a palavra “Ordem”, destaquei-a e com afinco me fixei nos seus conceitos.

Segundo o site www.dicio.com.br/ordem , sítio do dicionário online de Português, a classe gramatical da palavra ordem, é um Substantivo Feminino, e traz como significado, “A disposição organizada e ordenada das coisas, seguindo uma categoria, o lugar que lhes convém: Ordem alfabética, Regras, Leis, Estruturas que constituem uma sociedade.”

Ao me identificar profundamente com os conceitos da palavra ordem, fui mais adiante em minha pesquisa, e cheguei na histórica frase mais conhecida de todo bom brasileiro , estou me referindo a frase da Bandeira Brasileira : “Ordem e Progresso” , uma frase que mexe com os sentimentos do povo brasileiro  e que foi idealizada por Raimundo Teixeira Mendes; um lema nacional desde  sua formação, que retrata o lema político “Positivismo”.

O Positivismo surgiu no século XIX por meio de uma corrente de pensamentos comandada pelo filósofo francês Auguste Comte. De acordo com os pensamentos de Auguste Comte, o positivismo seria uma das únicas saídas para a Evolução da Humanidade. 

Dando continuidade à questão Ordem e o Progresso no Brasil, a pesquisa me levou à literatura do escritor Gilberto Freire que tratou muito bem do assunto quando publicou o seu Livro de título “Ordem e Progresso” em 1957. Freire mostra em seu livro, um histórico momento que o Brasil viveu, que foi a transição do Regime Monarquista para o Regime Republicano .

Para quem leu o livro Ordem e Progresso de Gilberto Freire, com certeza entendeu bem que houve certa resistência no que diz respeito a Integração e adaptação ao novo regime social, que naquele momento se tratava do Regime Republicano.

O regime Republicano quando foi implantado, trouxe para o Brasil, uma inovação social, houve um avanço na industrialização, enfim o progresso chegara àquele momento, que fazia renascer para um novo tempo, muitos setores da sociedade, que estavam excluídos. A integração foi difícil a princípio, pois o conservadorismo Monárquico ainda era forte diante da nova visão transformadora. Mas Fluiu positivamente.

Voltando ao foco do artigo, a Ordem, vimos ser noticiado com satisfação nos últimos dias , os efeitos significativos da ORDEM no brasil, quando o Juiz Sérgio Moro, exercendo com proeza a sua magistratura, condena o Ex Presidente da República Federativa do Brasil, Luís Inácio Lula da silva a 9 anos e seis meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do Triplex do Guarujá. Porém, Lula, conta com os recursos da Lei, e poderá Recorrer em Liberdade; sendo assim, aguardará decisão de outras Instâncias que vier a recorrer. O que significa o seguinte: Se Lula for julgado e condenado por outros Magistrados, como os do TRF-4 , ficará inelegível e consequentemente cumprirá a pena a princípio determinada na primeira Instância por Sérgio Moro. 

Este fato ocorrido chamou à atenção de todo brasileiro; entretanto, muitos ainda estão indignados com as limitações da sentença à Lula.  Na verdade, uma reação mais feliz para nós os Inconformados com a Ruína Econômica deixada pela ORCRIM, seria a notícia de prisão imediata para Lula e aliados e coniventes com a corrupção. No entanto, não ocorreu como todos esperavam, e mais uma vez Lula se beneficiou de recursos existentes na Lei ,e não será preso de imediato.  

O bom de todo esse evento foi que a Lei fora aplicada, prevalecendo à ORDEM. Pois todos estão debaixo da Lei.

Ressaltando a sentença do Juiz Sérgio Moro, observa-se um fator mais agradável que foi a determinação do Juiz, que interdita Lula para exercer cargos públicos; Para alívio da maioria que almeja ver se cumprir a Justiça no Brasil, e tem OJERIZA de IMPUNIDADE, Lula não será mais candidato a presidente da república em 2018. Como diz o ditado popular ;  “Justiça Seja Feita” ;  Acredito que a Justiça foi feita, e prevaleceu a ORDEM.



Por : Rogério Marcelino.

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Falando do Mercado Financeiro

Ao falar de Mercado Financeiro, regresso com grande satisfação aos anos de minha Graduação na área Financeira; compreendendo o mercado financeiro e de capitais, como àquele forte Pulmão que oxigena e mantém viva a economia de um país; refletindo relevantemente, nos interesses da CVM-(Comissão de Valores Mobiliários), que fiscaliza todos os tipos de negócios inerentes aos ambientes dos mercados financeiros, como os valores mobiliários na qualidade de Ações  pelo mercado de ações; o mercado de crédito, onde fluem as mais variadas linhas de créditos financiados por diversas instituições financeiras do país; o mercado de câmbio, onde as negociações envolvem compra e venda de moedas estrangeiras como dólar, o euro etc.; e o mercado monetário, o mais polêmico de todos, onde são negociados o valor do dinheiro, por meio das inúmeras formulas de capitalizações geradoras de alto retorno monetário, ou seja, descrevendo numa linguagem popular, as diversas taxas de juros a curto prazo inseridas no negócio. Este mercado é do interesse de quase todas entidades e órgãos financeiros, que negociam títulos, empréstimos para empresas e pessoas físicas a curto prazo, tendo uma excelente rentabilidade no pagamento dos juros sobre o dinheiro negociado.

Neste artigo, estarei descrevendo sobre uma visão do mercado financeiro e de capitais, mas destacando exclusivamente sobre a evolução do Mercado de Ações.

De um tempo para cá, o mercado de ações evoluiu consideravelmente, de forma à acompanhar as evoluções tecnológicas. Em uma época não muito antiga, para entrarmos no mercado financeiro, visando a compra ou venda de ações de alguma Cia de Capital Aberto, era preciso primeiro ter um contato pessoal com o gerente da conta corrente do banco onde a pessoa possui alguma conta bancária, ou , se quisesse ir direto à fonte dos negócios financeiros, a pessoa teria que procurar pessoalmente uma corretora de Valores Mobiliários para abrir uma conta de Aplicações Financeiras junto à corretora, e prosseguir no Mercado Financeiro, recebendo informações dos variados tipos de investimentos, ou seja , os mais rentáveis, por meio de um corretor.

Atualmente o mercado de Ações atingiu uma esfera tecnológica tão poderosa, que nos é disponibilizado um sistema online  de negociações no mercado financeiro, de nome Home Broker, onde através dessa valiosa Ferramenta Home Broker , você pode chegar em tempo real dentro das principais Plataformas de Investimentos das Bolsas de Valores do Brasil e do Mundo como a Bovespa(Bolsa de Valores de São Paulo), a NYSE(Bolsa de Valores de New York), NASDAQ( Bolsa de Valores Eletrônica) , London Exchange (Bolsa de Valores de Londres) Etc.

O Home Broker é uma ferramenta positiva e pró-ativa para alavancar o mercado financeiro. É de muita praticidade para todos nós . Uma inovação  tecnológica que surgiu para contribuir com o incentivo às pessoas diante das diversas formas de aplicações financeiras. que com o avanço tecnológico ficou melhor, pois o sistema Home Broker nos leva com alguns comandos à acompanhar os Pregões Eletrônicos em atividades, e tomar conhecimento de todos os Ativos Financeiros e todas as negociações de várias companhias inseridas no mercado financeiro. Toda esta praticidade que transformou o mercado financeiro, não significa  uma limitação ou fim dos serviços prestados pelas CTVMs (Corretoras de Títulos e Valores Mobiliários) ou das DTVMs (Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários) , significa que as corretoras ou as distribuidoras, ganharam um papel importante para o desempenho do sistema Home Broker, que foi a Inovação nos serviços oferecidos ao investidor, só que acompanhando as evoluções que mudou as operações no mercado.

Quanto aos investidores ou os novos investidores, não importa qual seja o perfil Sócio Econômico dos mesmos, pois quem deseja entrar no mercado financeiro e começar a investir, é só tomar a decisão, não importando ser pobre ou rico, o mercado financeiro tem opções de investimentos para todos. Não há pré requisitos para ser um investidor, o que existe é um questionamento que visa identificar qual o perfil que se enquadra o investidor. No mundo dos investimentos, existem 3 tipos de Perfis de investidores, que são :  O Perfil Conservador; O Perfil Moderado e o Perfil Agressivo ou Arrojado. No perfil conservador, o investidor pende para as aplicações onde o índice de segurança no negócio é mais alto, tipo as rendas fixas e até mesmo as variáveis, com o mínimo de chances de Riscos; por fim este perfil de investidor conservador objetiva uma alta rentabilidade. Já o perfil moderado é aquele investidor que busca um equilíbrio nas suas aplicações, o interessante é que ele é um pouco conservador, mas também esporadicamente ele procura aplicações mais agressivas no mercado, como os fundos de ações ou multimercados. E concluindo, temos o perfil Agressivo ou arrojado, este investidor , não se intimida com os prováveis riscos nos resultados de uma negociação, ou melhor, ele não toma conhecimento dos risco , somente enxerga o máximo de rentabilidade que as aplicações podem lhe oferecer. Este investidor, não teme perder o dinheiro aplicado, e toma suas decisões sem considerar as orientações técnicas  que muitas vezes livra um investidor de ter altos prejuízos no mercado financeiro.

Se você pensa em investir, no momento, ou futuramente, pensa no melhor que o mercado financeiro e de capitais pode te oferecer, deixo aqui uma dica : “AS APLICAÇÕES NO TESOURO DIRETO”, embora este tipo de investimento está direcionado mais para o Perfil Conservador, vale lembrar que por mais que exista crise em um País, quem optar pelo Tesouro Direto, nunca perderá, seus recursos investidos; procure os conselhos de profissionais envolvidos no mundo dos investimentos, e faça a melhor opção. As aplicações , são diversas, porém, muitas te envolve com o poder do marketing que também está infiltrado no mercado financeiro, e de repente determinada aplicação pode não surtir os resultados que você espera num futuro próximo ou de longo prazo. Enfim, busque as informações necessárias nas fontes apropriadas para o mercado financeiro que são as CTVMs (Corretoras de Valores Mobiliários), antes de fechar um negócio financeiro em meio a precipitação. Almeje sempre  fazer um bom negócio.


Por :  Rogério Marcelino
          Gestor Financeiro - Pós-Graduado em Auditoria e Controladoria    


Referências Bibliográficas :

Livro:  Mercado Financeiro e de Capitais

Autores: Professor  Paulo Pardo   e  Professora  Juliana Franco

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Intervenção Militar,Seria Bom ou Ruim para o Brasil ?

O Brasil chegou infelizmente a um nível máximo do que se pode entender de crise; ou seja, chegou a um patamar típico de uma crise de Legitimidade e de Autoridade.

Neste Artigo será abordado um assunto relevante e de interesse de todo brasileiro. Um assunto que vem crescendo consideravelmente entre as opiniões  de diversas gerações ativas da sociedade brasileira. Destas opiniões do momento, estão o que pensam as gerações X, Y e Z, sobre uma Solução para o Brasil  por meio de uma Intervenção Militar.

A sugestão do momento para dar jeito no Brasil, e que estamos constantemente ouvindo entre os rumores por vários cantos do país, e nas Redes Sociais, seria a Intervenção Militar.

Segundo um estudo apurado pelo site de pesquisas www.significados.com.br/intervençaomilitar/ a Intervenção Militar significa

O  uso das forças militares (exército, marinha e aeronáutica) para controlar determinada situação que deveria ser de responsabilidade de outro tipo de força ou autoridade. 
No âmbito internacional, a intervenção militar se configura quando os militares de um país são enviados a uma nação terceira com o objetivo de controlar, de maneira temporária, os interesses daquele país. Normalmente, nestes casos, a intervenção militar se justifica em situações particulares, como por exemplo, quando determinada nação sofre com guerras civis intensas ou com falta de um comando que garanta sua segurança, ou ainda quando a população é negligenciada pelo governo daquele país
Um exemplo de intervenção militar internacional aconteceu quando as forças militares dos Estados Unidos da América invadiram o Afeganistão, alegando querer defender o bem-estar dos cidadãos daquele país e garantir a segurança mundial. 
No entanto, é certo que cada país deve ter a sua autonomia e autodeterminação assegurada, sem a intervenção de qualquer outra nação estrangeira. 
A intervenção militar, como forma de controlar os poderes de um país (Legislativo, Executivo e Judiciário), pode ser considerada um golpe de Estado, ou seja, uma maneira ilegal de derrubar um governo constitucionalmente legítimo. 

Segundo o artigo 142 da constituição Federal, a Intervenção Militar Legal , é a Constitucional, prevista em lei; diz  que a função das forças armadas é a de proteger os três poderes e a soberania da presidência da republica. E uma vez, existindo a necessidade de intervenção, somente por solicitação do presidente da república, o qual segundo a lei, as forças armadas estão subordinadas. Assim diz a Lei. Assim é o correto. E o que os senhores do poder estão fazendo nos últimos 30 anos, é o correto ?

Muitos cidadãos e cidadãs da geração X, os mais experientes, tem dado esta sugestão de Intervenção Militar para arrumar o Brasil, pois de fato viveram o período de Intervenção Militar submetido ao Brasil entre 1964 até 1985; esta geração pode com propriedade e conhecimento, fazer uma comparação consciente sobre os dois Regimes, O Militar e o Civil/Democrático; podem afirmar , depois de terem vivido experiências nos dois regimes, qual foi o melhor para o Brasil.
Entretanto, para quem não viveu na íntegra o que é de fato o regime militar, (me refiro a geração Y), pois já existiam na época, porém ainda não tinham uma opinião definida, formada para produzir esclarecimentos para os dias de hoje. A geração Y possui mais os conhecimentos históricos sobre o regime militar, e não de vivência na íntegra, para afirmar se foi bom ou não para o Brasil. Muitos da geração Y, obtiveram informações de familiares e amigos mais experientes que viveram na íntegra o que  foi o  Regime Militar no Brasil, e com isso até produzem opiniões esclarecedoras sobre o regime.

Independente do povo da geração X, Y, ou Z  ter vivido ou não o período do controle militar no Brasil, o assunto em questão é super  sério, e precisamos urgentemente de uma alteração significativa no que se refere à administração Pública do Brasil. Todo poder emana do povo, assim garante a carta magna, a Lei Máxima do País, de nome  Constituição Federal. Se o poder nasce de nós, e se houver um consenso entre as opiniões das gerações X,Y e Z, concordando que será útil para o Brasil o retorno dos militares ao comando do País, medidas civis teriam que ser tomadas, visando à aproximação das Forças Militares, desta Proposta de inovação para o controle do Brasil.

Ao pensar em inovação para o futuro do Brasil, seria o momento das forças representadas pelos seus coronéis, refletirem sobre esta proposta que aos poucos vem tomando espaço na mente do brasileiro das diversas gerações, principalmente os das gerações X e Y. Temos aí as diversas gerações esperando um novo Brasil... como a geração X, representada pelas pessoas nascidas no início de 1960 até o final dos anos 70; da geração Y, representada pelas pessoas nascidas no final dos anos 70 até o início dos anos 90; e os da geração Z, representada pelas pessoas que nasceram no fim de 1992 até o ano de 2010.

A união destes pensamentos originados nas mentes mais experientes, ou pelas menos experientes, das gerações citadas acima, pode tomar um rumo de consistência no País; o que pode ou não gerar uma forte resistência diante do atual comando civil desestruturado. Uma posição dos senhores Militares com resposta, quer seja positiva ou negativa, sobre a proposta para assumir o comando do país novamente, seria importante para o posicionamento de cada cidadão e cidadã, pois muitos já abandonaram o país, e foram viver em  outras nações do planeta;  outros estão pensando em deixa-lo, enfim , todos nós brasileiros precisamos saber o que fazer neste momento de desgoverno.

Por Rogério Marcelino.


Referências Bibliográficas:

www.significados.com.br/intervençãomilitar/   Acesso em 03 de julho de 2017 as 15:30h
https://www.oficinadanet.com.br/post/13498-quais-as-diferencas-entre-as-geracoes-x-y-e-z-e-como-administrar-os-conflitos   Acesso em 03 de julho de 2017 as 16:30h

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Precisamos de mais Autoestima, ou de mais Paciência?

A autoestima é um termo comum e de conhecimento de quase todo povo, porém, se alguém ainda tem dúvidas do que é autoestima, neste artigo será feito um detalhamento do que é autoestima. Além do termo autoestima, será descrito também um detalhamento da palavra Paciência, o que ultimamente foi sugerido ao povo brasileiro. Parece até uma piada não é mesmo ?  Somos vítimas de um estrago econômico que vem de décadas , e ainda nos sugerem a ter calma e paciência. Espero que a leitura desse artigo seja agradável à quem se dispor a ler.

A autoestima é uma força de suma importância para o ser humano, ela coopera de forma fundamental para os procedimentos da vida, tendo como exigência irrecusável, um desenvolvimento equilibrado , saudável e com valor de sobrevivência.
Há um fator muito perigoso que pode refletir negativamente na autoestima de uma pessoa, ou seja, pode afetar seu status presente , se constantemente trazer a tona fatos do passado que não obteve bons frutos.

Segundo a Psicóloga Olga Inês Tessari, “O passado é irrecuperável, não pode ser alterado, mas o futuro depende das nossas atitudes agora no presente”.

A psicoterapia faz você voltar no tempo, descobrir as causas dos erros que atormentam sua vida no presente, e até aprender a lidar com estes erros, e, com certeza, ser feliz, produzindo uma nova realidade de vida por meio da autoestima.

A Autoestima é um fator muito comentado na atualidade, e, quem procura elevar a sua autoestima, alcança bons resultados para sua vida. A autoestima elevada, não só produz um bem estar pessoal, mas ela pode proporcionar bons frutos para todo um coletivo.
Para suportar as irresponsabilidades dos políticos e autoridades em geral, que não estão considerando os direitos democráticos da sociedade, o povo  brasileiro está precisando mesmo é de ter mais Paciência para não Explodir de vez, e não de autoestima, respondendo o titulo do artigo. Está difícil observar calado tanta promoção de absurdos, de aprovação de medidas que visam um único interesse, que é o de fortalecer a corrupção no País. Ainda tem Político que diz em entrevistas nos veículos de comunicação, que o povo precisa se acalmar e elevar a sua autoestima, ou seja dizem que o povo precisa ser mais Otimista para poder crêr que as mudanças que tanto o País precisa acontecerão. Parece piada não é mesmo ?

De forma contraria, afirmo que os Limites já foram totalmente ultrapassados, não dá mais para tolerar as atitudes errôneas de políticos irreverentes ( Para o Que é Mal ) que desafiam até a Lei Máxima do País que é a Constituição Federal. Por isso afirmo contrariamente que o que precisamos não é de mais autoestima, porque já temos até demais, pois uma boa parte do povo brasileiro explora as boas maneiras. Não dá mais é para aceitar o Naufrágio em que caminha o Brasil, precisamos mesmo é de mais Paciência, para não explodir de vez, e sair produzindo por aí, loucuras civis... está difícil suportar tanto descaso, tantos absurdos gerados por estes políticos que não vou ousar em dizer que são da ala de direita ou de esquerda, digo que são todos por um propósito do mal : “A Corrupção”.

Por afirmar que precisamos de mais Paciência, trago agora nessa descrição , um conceito bem apurado da palavra paciência.

Segundo um apanhado de conceitos literários, a paciência tem por classe Gramatical, o seguinte: É uma Interjeição, e também um substantivo feminino. A paciência é uma virtude do ser humano baseada no autocontrole emocional, ou seja, quando um indivíduo suporta situações desagradáveis, injúrias e o incômodo de terceiros, sem perder a calma e a concentração. A paciência  é principalmente baseada na tolerância com os erros alheios ou diante situações e fatos indesejados.

Interessante um trecho de uma música de nome “Paciência” de autoria do cantor Lenine que diz assim :Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma/ Até quando o corpo pede um pouco mais de alma/ A vida não para. Enquanto todo mundo espera a cura do mal/ E a loucura finge que isso tudo é normal/ Eu finjo ter Paciência/ O mundo vai girando cada vez mais veloz/ A gente espera do mundo e o mundo espera de nós/ Um pouco mais de Paciência.”

Um forte destaque que identifiquei na letra da música “Paciência” do cantor Lenine, foi quando ele diz: “Eu Finjo ter Paciência”... Sabe, chegamos a um ponto tão revoltante, que penso que o nosso comportamento está paciente até demais, ou , se for um engano, como diz a Letra: Estamos fingindo ter Paciência diante dessa destruição que proporcionaram ao brasil nesses 30 anos de descuido social.

Ainda comentando sobre a questão Paciência, observei com muito gosto, o tratamento dado pela Psicóloga Olga Inês Tessari : “A paciência é mesmo uma virtude: É a capacidade de aceitarmos que nem tudo pode ser da forma como desejamos ou gostaríamos que acontecesse; É a capacidade de suportarmos determinadas situações ruíns esperando/buscando o melhor depois. É também a capacidade de entender que todas as pessoas são diferentes entre si e que nem sempre elas nos entendem, desejam ou agem da forma como queremos que elas agissem.

Bom seria se todos os políticos e autoridades em geral , antes de executarem os planos de corrupção, que pensassem com bom senso, entendendo que nem tudo pode ser como desejamos ou como queríamos  que acontecesse ( como diz a Psicóloga Olga)

Pode-se concluir este artigo, desejando que todo bom brasileiro, se revista de muita Paciência, para suportar tamanho descuido social que vem de 30 anos atrás até o presente momento, jogando as cartas da destruição total ao País. Que tenham muita Paciência diante das práticas de desvirtuação.


Por Rogério Marcelino

terça-feira, 20 de junho de 2017

Nós Temos Valor

Acredito não ser por um acaso a construção da rima entre as palavras “Valor” e “Amor”. Segundo alguns dicionários, a palavra valor é um substantivo masculino, e tem fortes significados como : Mérito, Aptidão, Boa Reputação, Bravura, Intrepidez etc.

Neste artigo será descrito uma idéia particular com base no conceito de Valor e sua conivência com os efeitos poderosos do Amor. Conferindo que sem o amor, ficaria muito difícil, observar e conceder Valor  à alguma coisa ou à alguém. Será também, retratado de forma comparativa, as atuais atitudes decepcionantes que vem ocorrendo no Brasil, com muita irreverência, desvalorizando os conceitos da Justiça , ignorando a prática de fatores determinados pela lei.

A união de todas as palavras sinônimas destacadas acima, e referentes a palavra “Valor”, produz o sentido de outra palavra de grande efeito na vida humana, que é a “Força”.
Quando observei a coincidência sonora dos fonemas “OR” que compõem as sílabas “Lor “ de Valor e “Mor” de amor, identifiquei uma poderosa harmonia entre essas palavras, que juntas, produzem aquilo que mais o ser humano precisa para conduzir sua vida , ou seja , a Força para viver num mundo que muitas vezes é Cruel, onde infelizmente, os valores estão invertidos, e no confronto entre Justiça e Injustiça, a “Injustiça têm se superado.

Diante dessa reflexão, compreende-se que é necessário estar envolvido e possuído pelo sentimento de Amor, para poder sem qualquer entrave, enxergar Valor em alguma coisa, em alguma pessoa, ou em alguma existência. Entendo que Deus não estava confundido quando Ele sugeriu aos seres humanos a Amarem por meio dessa passagem bíblica>>> “Amai a Deus sobre todas as coisas e ao teu Próximo como a Ti mesmo”.(Ref. Bíblica: Mateus 22 – Vers.35 ao 40) .

Se levarmos o nosso pensamento para a Atual realidade brasileira, vamos concluir que os políticos e autoridades diversas, não tem dado o Valor merecido à Nação Brasileira, que tanto produziu e tem produzido Riquezas para o Brasil ao longo da história por meio de seus Trabalhos honrados. Não tem distribuído o Amor (Sugerido por Deus) ao povo brasileiro. O que os excelentíssimos senhores (a) do Poder tem feito na verdade, é a Inversão de Valores, ao desestruturar a Justiça com suas nocivas práticas de Desvirtuação. A falta de bom senso por parte de Excelências como Ministros e Desembargadores, é total e está se refletindo nas tomadas de decisões relevantes para o Rumo do País.

O povo precisa se Mover novamente, no sentido de DESPERTAR as autoridades políticas a desenvolverem a Prática do bom senso diante do Poder que eles tem em mãos.


Por: Rogério Marcelino